08 janeiro

Cozinha nova no ar!

Comentários

Foram quatro dias intensos. A ideia era trazer o laranja do amanhecer para dentro da cozinha, como na poesia de Adélia Prado. No embalo, foram feitos reparos no teto, pintura dos azulejos, nas paredes brancas e nas portas dos armários. Aproveitei para trocar as lâmpadas do lustre da vó Luiza pelos modelos modernos, apesar de a embalagem trazer bem clara a palavra “vintage”. Abaixo, algumas dicas desse extreme makeover de ano novo:

.

O laranja da vez foi o Anos Setenta e o azul claríssimo dos armários, o Contemplação, as duas tintas na versão acrílico fosco da @tintas_suvinil . 

Para pintar os azulejos, que estavam com a pintura anterior bastante desgastada, usei a tinta epoxi à base de água Multisuperfícies, também da @tintas_suvinil .

As paredes brancas ganharam duas camadas de acrílico fosco da @tintas_suvinil .

Para pintar o metal do vitrô, esmalte sintético branco à base de solvente da @tintas_suvinil .

As lâmpadas do lustre fizeram muita diferença na cozinha, a cor amarelada ficou perfeita e a luminosidade idem! Usei o modelo vela “Vintage” da @ourolux.oficial .

Tentei usar cortinas algumas vezes na cozinha e não deu certo. Ou elas bloqueavam demais a luminosidade ou deixavam a cozinha muito abafada nos dias quentes. A solução foi criar uma cortina de plantas, a jibóia como atração principal. No beiral da janela, coloquei plantas do meu jardim, que vão bem na água, mas é preciso trocar o líquido diariamente, o que dura uns três minutos, nada dramático…

comentários