17 novembro

O que levamos para casa

Comentários

Vocé já teve vontade de morar em um filme? Eu sempre… Foram muitas as vezes em que me flagrei repetindo a cenografia das minhas cenas favoritas no cinema. E, veja bem, não estou sozinha nesse enredo de emoções variadas. A imagem que ilustra este post é uma representação dos cenários dos filmes do diretor chinês Wong Kar Wai, talvez o mais romântico de todos. Assista “Amor à Flor da Pele” e depois me diga se concorda ou não.

Quando eu falo em morar dentro de um filme, quero dizer que aquilo que mais nos inspira pode sim ser traduzido no nosso universo particular. Não é preciso ser literal. Mas uma dose de preciosismo na escolha dos elementos que irão compor a cena é fundamental. Da próxima vez que chegar perto dessa sensação boa de pertencimento ao espaço, seja dentro do cinema ou não, desdobre a imagem a sua frente. Temperatura de luz, texturas, cores, cheiros, o estilo dos objetos menores em cena. 

Sempre dá para levar alguma coisa pra casa, pode apostar.

comentários